ENTRE DOIS MUNDOS DIFERENTES

GLACIAR PERITO MORENO
Uma imensidão de gelo e uma das mais lindas paisagens do mundo.

El Calafate, na Patagônia Argentina foi o destino desta emocionante viagem que realizamos em companhia de um grupo de amigos.
Voltar a esta região pela 3ª. vez ainda me fascina, porém desta vez, uma surpresa no final da viagem talvez a torne inesquecível e ainda mais fascinante....

Los Glaciares, com seus imensos campos de gelo e paredões que podem alcançar 60 metros de altura. Vistas incríveis. Lagoas, rios e formações de gelo de cor azul-turquesa de deixar qualquer um encantado. Um exagero de beleza da natureza que é considerado a oitava maravilha do mundo e uma das regiões mais fantásticas para turismo ecológico do planeta, a Patagônia.
A água na região é abundante. A bacia é uma das maiores reservas de água doce do planeta, tendo seu grande atrativo o Glaciar Perito Moreno e foi justamente ali que iniciamos a programação da semana, com uma caminhada sobre este gigante gelado.

O GRUPO ESCALANDO OS PAREDÕES DO GLACIAR PARA UMA EMOCIONANTE CAMINHADA
Fizemos um Trekking que inclui a navegação pelo Lago Argentino e acesso às Passarelas do Perito Moreno. É obrigatório fazer o passeio com guia certificado no parque e vestir roupa especial para a ocasião, especialmente os grampões nas botas para caminhar sobre a neve.
Indescritível a sensação de caminhar sobre uma geleira. O som oco produzido pelo sapato especial tocando a superfície gelada será inesquecível.
SAINDO CEDO E COM MUITO FRIO - AQUI O DIA AMANHECE MAIS TARDE.
No segundo dia, já mais adaptados ao horário da região, pois lá o sol aparece e vai dormir mais tarde, entao as 08:00 ainda estava escuro quando saímos para o nosso segundo dia de aventuras. Fomos navegar nas aguas do Lago Argentino, mas agora no lago Central onde a bordo de uma confortável cabine de um dos barcos que fazem a navegação, pudemos durante 5 horas estar ao lado e observar as mais lindas geleiras e icebergs que dependendo da luz do dia, irradiam uma cor azul maravilhosa. E ao contrário do que eu pensava, quanto mais nublado for o dia, mais intensos serão suas cores. E demos sorte, com o dia nublado, mas sem chuva, nos deliciamos o dia todo com uma imagem mais linda do que a outra.
A BORDO DE UM CONFORTÁVEL BARCO, PUDEMOS APRECIAR IMAGENS COMO ESTA
ICEBERGS AZUL TURQUESA POR TODA A REGIAO

GELEIRA SPEGAZINNI -
A GELEIRA COM PAREDOES MAIS ALTOS DE TODO O PARQUE
Já no terceiro dia, uma viagem ao fim do mundo. A bordo novamente de um catamarã, nos embrenhamos nos confins de um dos braços do Lago Argentino, até chegar a famosa Estancia Cristina, onde na chegada se sente um pouco do isolamento e da coragem dos primeiros conquistadores que ali atracaram seus barcos por volta de 1750.
VEICULOS ESPECIAIS PARA NOS LEVAR AO TOPO DA MONTANHA
Montados em veículos especialmente adaptados, literalmente escalamos encostas de montanhas para ao final, poder contemplar o maior glaciar do mundo: O gigante Upsala.
A paisagem é de tirar o folego, imagens inesquecíveis de um mundo gelado em uma gigantesca cratera formada pelo degelo de milhões de anos atrás.
A EXUBERANTE VISTA DE CIMA DA MONTANHA ONDE SE AVISTA AO FUNDO
O GIGANTE GLACIAR UPSALA
CAMINHAR PELO VALE ONDE HÁ MILHÕES DE ANOS EXISTIA GELO
É UMA EXPERIENCIA INESQUECÍVEL
No último dia, uma volta ao passado onde recebemos uma aula de arqueologia, ao vivo e ao ar livre, contanto como historicamente o homem se estabeleceu na região, como vivia e quais as leituras das inúmeras inscrições deixadas na pedra e qual o significado de cada desenho, de cada marca. Um almoço em uma caverna que no passado abrigou estes ancestrais encerraria a semana intensa que vivemos ali.
CAMINHO DIFÍCIL ATÉ A CHEGADA NOS SÍTIOS ARQUEOLÓGICOS
A SURPRESA NA CHEGADA AS MARGENS DO LAGO AJUDARAM A CRIAR UM CLIMA MUITO ESPECIAL

UM ALMOÇO DIFERENTE E MUITO MARCANTE PARA O FIM DO PROJETO

NA MESMA CAVERNA QUE HÁ MILHARES DE ANOS ATRAS OS PRIMEIROS HUMANOS VIVERAM NA REGIAO - EXPERIENCIA UNICA
Porém, o mundo fora dali estava em outra dimensão.
A tragédia mundial que a cada dia aumentava mais e mais pela propagação quase que geométrica do vírus Corona, iria trazer, horas depois, muita apreensão, muita tensão no nosso grupo, se contrapondo totalmente com os dias que estávamos vivenciando até entao.
De repente, fomos transportados daquela paz imensa que estávamos vivendo, para um verdadeiro cenário catastrófico que encontramos nos aeroportos na volta. Gente fugindo, gente correndo, gente preocupada em como deixar o pais já que horas depois, teriam suas fronteiras totalmente bloqueadas.
Não dava para acreditar que horas antes estávamos apreciando tamanha beleza natural e agora ali na nossa frente, um cenário de pessoas desfiguradas por mascaras, proteções, filas, tensão, medo, medo de encostar um no outro, medo de se contaminar.
Fiquei a meditar por horas durante o voo, e ao final, somente pude concluir que vivemos naquela semana, em DOIS MUNDOS DIFERENTES.

A BORDO DO AVIÃO, LOTADO DE GENTE USANDO MASCARAS E OLHANDO PELA JANELA
VIVI ENTRE 2 MUNDOS EM APENAS 1 SEMANA.
Não sei como estaremos daqui a algumas semanas ou meses com tudo o que está por vir. Não sei como conseguiremos passar por isso tudo, somente uma certeza, a vida é muito curta, e muitas vezes nos privamos de conhecer, viajar, sorrir.
De repente, um vírus minúsculo pode mudar tudo a nossa volta. Então quando tudo isto passar, quando todo se acalmar, será hora de voltar a conhecer novamente lugares inesquecíveis.

EL CALAFATE - UM ESPELHO DA BELEZA DO NOSSO MUNDO

El Calafate, que é para mim, um refúgio para a alma e uma maneira de nos sentir parte deste nosso imenso mundo, deste nosso universo. Um dia voltarei !!

S.Pires
El Calafate – Março de 2020

Comentários

  1. SENSACIONAL !!! Viajando de novo vendo as fotos...Parabéns por toda a organização dessa nossa aventura, e por compartilhar todo esse conhecimento conosco.
    Muito Obrigada !

    ResponderExcluir

Postar um comentário