ENCONTRO DA CONFRARIA NA FAZENDA BELA VISTA, EM NOVA ALVORADA DO SUL-MS

FOTO OFICIAL DO EVENTO EM FRENTE A SEDE DA FAZENDA BELA VISTA
Existem viagens e viagens.
Aquelas que terminam e logo se esquece do que se passou.
Porém tem viagens que mesmo após passado dias e semanas, ainda reverberam em nossa memória as lembranças, e nossos corações ainda palpitam pela somatória de emoções e coisas boas que se viu, sentiu ou descobriu.
Esta viagem da Confraria até a Fazenda Bela Vista, propriedade de nossos amigos de Campo Grande, foi uma destas que dificilmente será esquecida e certamente ficará na história, mesmo que tenham sido poucos dias, mas mesmo assim, muita coisa vimos e sentimos.
Não se tratou de apenas de estrada, moto, asfalto.
NOVA MOTO PRONTA PARA A PARTIDA PARA UMA DAS MAIS BELAS VIAGENS QUE FIZEMOS
 Tratou-se de um encontro com um passado repleto de histórias, conquistas, emoções, legado que ficou encrustado no tempo, e aos poucos fomos descobrindo, a medida da nossa permanência na histórica fazenda, situada no município de Nova Alvorada do Sul, no Mato Grosso do Sul.
O projeto iniciou-se há alguns anos, quando do início da revitalização de uma antiga sede que pertenceu a gerações passadas de nossos amigos. Na ocasião, haviam iniciado um longo processo de revitalização da antiga sede da fazenda da família, e nos prometiam que um dia a Confraria do Fin del Mundo lá seria hospedada, assim que as obras finalizassem.

E assim foi, viagem programada e preparativos sendo feitos para tornar este projeto marcante, e não apenas uma viagem qualquer.
A começar pela experiência em novas motos com alguns companheiros, camisas e camisetas especiais para marcar o encontro, roteiros de ida planejados e um silencioso e delicado planejamento que correu antes da viagem, sendo conduzido pelos amigos que iriam nos receber.
Na verdade, nem nós tínhamos noção exata de quanto carinho e dedicação estavam sendo direcionados para estar tudo perfeito, afinal não é nada fácil organizar um encontro em uma fazenda que fica a mais de 150 km de distância da capital.
BR 101 DESTINO CURITIBA NO PRIMEIRO DIA DA VIAGEM
Mas vamos deixar de lado estes preparativos todos, e vamos relatar a viagem em si, e um pouco do conteúdo dos 5 dias que permanecemos juntos.
Saímos em 3 grupos de moto: Florianópolis, Blumenau e Rio do Sul, com encontro marcado no ótimo Hotel Transamérica em Curitiba. Já os amigos de Campo Grande saíram com encontro marcado em Nova Alvarada do Sul, e daí com o grupo completo, seguiríamos em caravana até a Fazenda Bela Vista.
Chegamos final da tarde em Curitiba, onde tivemos a grata surpresa da visita de filhos e noras de companheiros que estudam e moram na cidade, e todos juntos, um jantar festivo na ótima "Barolo Trattoria".
JANTAR EM CURITIBA COM OS FILHOS E NORAS DOS AMIGOS QUE VIERAM NOS VISITAR NO HOTEL

No dia seguinte, nosso destino seria Presidente Prudente onde mais um casal se juntaria ao grupo, dia seguinte,  partimos cedinho com rumo final a Nova Alvorada do Sul.
AMANHECER EM PRESIDENTE PRUDENTE - LOGO CEDO SOL E CALOR, TÍPICOS DAQUELA REGIÃO.
Chegada festiva com nossos amigos de Campo Grande que nos esperavam no Posto Jumbo onde entre abraços e beijos, matamos a saudades e nos preparamos para o comboio seguir para a fazenda.




RECEPÇÃO DOS AMIGOS EM NOVA ALVORADA DO SUL -
ABRAÇOS E BEIJOS PARA MATAR AS SAUDADES


ESTRADA PRINCIPAL DE ACESSO A FAZENDA BELA VISTA
O trajeto é muito bom, estrada de cascalho bem batido e rapidamente ali estávamos em formação conduzindo nossas motos no meio de plantações a perder de vista de soja, feijão e fazendas de gado, levantando poeira vermelha.

TERRA VERMELHA CARACTERÍSTICA DA REGIAO
A placa cunhada em madeira “FAZ.B.VISTA L.S” indicava a entrada principal, um belo gramado muito bem cuidado e ao fundo, maravilhosamente pintada nas cores originais de quando foram construídas, a fachada da sede da fazenda destacava-se no horizonte verde e azul, tornando o momento inesquecível.
PLACA NA ENTRADA DA FAZENDA IDENTIFICA QUE FINALMENTE CHEGAMOS

Motos alinhadas em frente a sede para a foto de chegada, enquanto na varanda da frente, silenciosamente champagnes no gelo nos esperavam para um delicioso “brinde de boas vindas”.

BRINDE NA CHEGADA PARA TIRAR A POEIRA E INICIARMOS A FESTA
Surpresos por tamanho carinho, o tinir das taças de cristal anunciava que teríamos dias muito felizes pela frente.


MOTOS ALINHADAS PARA A FOTO DA CHEGADA -
AO FUNDO, A FACHADA DA SEDE PRINCIPAL PINTADAS EM SUA COR ORIGINAL
Na frente do jardim frente a sede,  3 mastros há muito tempo não recebiam nenhuma bandeira. Antecipadamente havíamos comprado 3 lindas bandeiras para anunciarmos nossa chegada e também colocar para fora um pouco do nosso patriotismo. “Brasil” no Centro, “Nelore Totonho”(1) no lado direito, “Confraria Fim del Mundo” no lado esquerdo e ao som do hino nacional brasileiro, orgulhosamente foram hasteadas.
(1) Nelore Totonho é a marca registrada dos bois criados na fazenda

Uma revoada de um imenso bando de pássaros barulhentos passou por cima de nossas cabeças no exato momento do hasteamento, deram 2 voltas em cima das bandeiras e desapareceram no horizonte.
Momento mágico e inesperado, onde talvez os espíritos dos antepassados tenham prestado também uma homenagem em momento tão solene.
AS 3 BANDEIRAS TREMULANDO AO VENTO DERAM VIDA AOS ANTIGOS MASTROS USADOS NO PASSADO
Os dias seguintes foram marcados por almoços e jantares maravilhosos, todos feitos com muito carinho, esmero nos detalhes, sofisticação no preparo dos pratos, com iguarias vindas de tão longe e ali preparados por pessoas tão especiais que com sorrido no rosto, nos fizeram sentir literalmente em casa. 

FIM DE TARDE SEMPRE RESERVA UM MOMENTO MAGICO 
PASSEIOS E CAMINHADAS PELA MATA PROXIMA A SEDE DA FAZENDA NOS FIZERAM SAIR UM POUCO DO AGITO DIÁRIO NA CIDADE E PERCEBER O QUANTO A NATUREZA NOS OFERECE

Assados maravilhosos, vinhos vieram de adega pessoal, enfim, um encontro muito especial.
JANTAR ESPECIAL NA "NOITE DO BRANCO"
BONS AMIGOS, BOA COMIDA E BONS VINHOS

VINHOS DA ADEGA PESSOAL DO TONINHO

COFIT DE BACALHAU- UM DOS VARIOS PRATOS DEGUSTADOS
DETALHES QUE FIZERAM A DIFERENÇA
Na imensidão das terras das fazendas, plantações de soja, milho, feijão, gado para corte, cavalos se descortinam a cada quilometro percorrido no dia denominado “Globo Rural”, onde fizemos um passeio por dentro das fazendas, conferindo toda tecnologia e força daquela gente que ali vive e ganha o sustento de suas famílias.

VISITA A FAZENDA CAMPANA - OUTRA JOIA DA FAMILIA COM GRANDE AREA PLANTADA
Impressionante o choque das tecnologias de ponta no trato dos animais, nas plantações, na colheita e o quanto o conhecimento agregou em produtividade ao campo, tornando esta e muitas outras fazendas daquele estado, nas mais produtivas do mundo.
TECNOLOGIA DE ULTIMA GERAÇÃO AJUDAM O AGRONEGÓCIO A
 MELHORAR SUA PRODUTIVIDADE NO CAMPO
Visitar as entranhas destas fazendas, com certeza nos trouxe um pouco mais de conhecimento e respeito pelo pecuarista e pelo agronegócio, esta imensa cadeia produtiva que ajuda o pais a crescer.
CRIACAO DE GADO EM UMA DAS FAZENDAS
TECNOLOGIA EMPREGADA EM TODAS AS ETAPAS
No meio destes campos imensos, o silencio de um cemitério, cercado por muros e um pequeno portão de entrada.

Ali repousam os antepassados, patrões e empregados lado a lado, reverenciados juntos e sob a proteção da Virgem Maria, ali repousam restos mortais daqueles que vieram antes, e ali derramaram seu suor e ganharam seu sustento em intermináveis jornadas que culminam com o que vimos hoje.

SOB A PROTEÇÃO DA VIRGEM MARIA, ANTEPASSADOS DESCANSAM NO REPOUSO ETERNO
Na sede da fazenda principal, suas paredes estão repletas de fotografias de personagens que pareciam nos seguir com o olhar, curiosas para também conhecer nossas histórias, parecendo querer dizer a nós o quão felizes estão por estarmos ali e loucos para contar uma história também.
PAREDES GUARDAM UM POUCO DA HISTORIA DO LUGAR
ONDE PERSONAGENS PARECEM NOS SEGUIR COM O OLHAR
Ao contemplar aquilo tudo, num momento de solidão entre as salas, e fechando bem os olhos, pude ouvir o som das crianças correndo pelos corredores, a conversa dos jovens na varanda, as reuniões dos adultos na “grande mesa”, onde certamente reuniões importantes aconteceram, decisões foram tomadas e o futuro desenhado.
A GRANDE MESA -
AQUI DECISOES E REUNIOES IMPORTANTES COM CERTEZA FORAM REALIZADAS NO PASSADO

JOAQUIM, XAN,  ARTHUR E LUCIANO
O CLÃ DA FAMÍLIA BARBOSA QUE NOS RECEBERAM COM TANTA ATENÇÃO E CARINHO
Ao terminar este texto, nosso agradecimento especial á aqueles que nos receberam com tanto carinho: Joaquim, Xan, Luciano, Sandra, Toninho, Carmem, André e Arthur e de um modo especial a Dona Lacy, que embora ausente, nunca deixou de estar conosco em pensamento, nesta que foi sem dúvida, uma das mais lindas viagens que realizamos com esta Confraria.

VOLTANDO PRA CASA COM MUITAS RECORDAÇÕES DE COISAS BOAS
Termino com uma frase copiada de uma amiga nossa da Itália, que diz assim:

"Il mondo è un libro e quelli che non viaggiano ne leggono solo una página".

Que traduzido fica assim:

"O mundo é um livro e quem não viaja, lê apenas uma página"

Até a próxima viagem........

S.Pires
Nova Alvorada do Sul – MS
Outubro/2019

Comentários