MENDOZA DE MOTO

MENDOZA - A CIDADE DAS AGUAS SANTAS


AOS PÉS DA CORDILHEIRA DOS ANDES UMA CULTURA SECULAR DOS MELHORES VINHEDOS DA AMERICA DO SUL
Mendoza é a Meca do vinho na América do Sul!!
Quem não conhece Mendoza deve conhecer. Além de ser uma cidade encantadora, conhecer a história de sua existência, o manejo dos recursos hídricos e como a cultura do vinho chegou e se desenvolveu no deserto são por si só, mais do que motivos suficientes para esquecer um pouco o tempo, e deixar-se levar por belíssimas paisagens, ótima culinária e um povo acolhedor, que aprendeu a valorizar e a se orgulhar da terra em que vivem.

Conhecer Mendoza exige algumas coisas: Tempo disponível, um bom guia e vontade de escutar histórias que um dia se conectaram e hoje dão vida a um lugar, antes deserto , em uma das mais produtivas terras da Argentina.
UVA MALBEC QUE DA NOME AO VINHO RECONHECIDO NO MUNDO INTEIRO
A província de Mendoza fica no oeste da Argentina, aos pés da Cordilheira dos Andes. As uvas e o vinho chegaram ao lugar no século 16, junto com os colonizadores espanhóis. Mendoza foi fundada em 1561 e os espanhóis trouxeram as videiras porque precisavam da uva passa como alimento nas grandes caminhadas.
Em Mendoza todos os vinhedos são irrigados por gotejo, sistema que garante em torno de 95% do aproveitamento da água. O clima dessa região também proporciona uma grande amplitude térmica, o que é muito bom para o cultivo de uvas.
PARREIRAIS ONDE SE OBSERVA RENTE AO CHÃO O SOFISTICADO SISTEMA DE DUTOS DE GOTEJAMENTO DE ÁGUA QUE GARANTE ALTA PRODUTIVIDADE E ÓTIMA QUALIDADE
Hoje há cerca de mil bodegas em Mendoza, que transformaram a Argentina na quinta maior região produtora de vinhos do mundo.

O que mais chama atenção quando se visita Mendoza é o manejo das reservas artificiais de água, que são armazenadas em diques na época do degelo das cordilheiras, e distribuídas através de um sofisticado sistema de canais para toda a região produtiva. Cada fazenda tem sua cota definida pelo governo, e cada produtor tem dia e hora certa que irá receber a sua cota. Sem a agua, Mendoza seria um enorme deserto, sem vida alguma.
SEM AGUA SERIA UM DESERTO SEM VIDA
Nas melhores Bodegas, uma requintada rede gastronômica se formou junto a cada produtor, criando um interessantíssimo sistema de visitação, onde além de poder conhecer os processos produtivos, se pode não só degustar seus vinhos, mas harmoniza-los com pratos elaborados por chefes renomados, em um ambiente divinamente preparado, onde você, literalmente pode almoçar debaixo de enormes videiras carregadas de uva, provando o vinho harmonizado com alta gastronomia ou então conhecer restaurantes premiados internacionalmente, todos localizados nas fazendas produtoras.
ALMOÇOS EM LOCAIS DESLUMBRANTES

PRATOS HARMONIZADOS COM OS MELHORES VINHOS 

Existem várias agencias que cuidam de tudo, desde as reservas, transportes e visitações. No caso do nosso grupo, contramos a Malbec Symphony por já termos usado antes seus serviços e por ser uma das melhores da cidade, muito organizada e com ótimos profissionais e guias.
Importante saber o que se quer conhecer, no nosso caso, solicitamos sempre o menu diferenciado, que eles chamam de “menu de passos”, onde cada prato finamente decorado e com pequenas porções pode ser experimentado e harmonizado com cada vinho. Sai um pouco mais caro, porém, vale muito a pena. Isto deve ser especificado no momento da escolha dos passeios.
O ideal é reservar uma visitação por dia apenas, já que o deslocamento do centro da cidade até os locais varia de meia hora até 1 hora e meia. Com uma reserva apenas se tem tempo de fazer a visitação com calma, e aproveitar o almoço, e ainda haverá tempo para retornar a cidade e curtir as belas ruas arborizadas, ou passear nos vários parques que a cidade dispõe.
Um dos parques obrigatórios de se conhecer é o enorme Parque San Martin, conhecido como “pulmão verde da cidade”. Dentro deste parque há um monumento gigante chamado “Cerro de La Glória”, que homenageia o exército dos Andes pela exitosa campanha de libertação da Argentina dos Espanhóis.

CERRO DE LA GLORIA HOMENAGEIA O EXERCITO DE LOS ANDES
Enfim Mendoza vale a pena ser visitada, uma cidade de fato, encantadora, a cidade das Aguas Santas que possibilitam a produção dos melhores vinhos da América do Sul e do mundo.


Nos despedimos desta bela cidade com a foto acima, do restaurante da Chandon que diz:
"A mistura  é uma arte . Das mãos dos enólogos se unem "terroir" e conhecimento em uma alquimia mágica" Chandon 
Acho que a frase representa muito do espírito de Mendoza!!!
E assim terminamos a primeira fase da viagem, com 3 ótimos dias aproveitando o que havia de melhor nesta cidade.
Algumas esposas embarcarão amanha cedo via aérea ao Brasil, enquanto partiremos de moto também cedo com destino a Buenos Aires onde na estrada, nos despediremos do grupo que retorna direto ao Brasil.

No próximo capítulo, relataremos a viagem de Mendoza a Buenos Aires.
Mendoza, já estamos com saudades!!

S.Pires
Mendoza – Província de Mendoza.
Março de 2017

Comentários