TAFI DEL VALLE DE MOTO

MONTANHA E DESERTO DE MOTO



INICIO DA SUBIDA DA SERRA ENTRE MONTEROS E TAFI DEL FALE
MATA EXUBERANTE NA LINDA MANHÃ
A chegada das esposas no aeroporto em Tucumán no final da noite anterior selou a formação completa do grupo, agora completíssimo e celebrada com um belo jantar no ótimo restaurante do Hotel Sheraton.
Café da manhã tomado, e nos preparamos hoje com tranquilidade já que temos pela frente apenas 227 km até Cafayate.
Para falar a verdade, ninguém achava que o trajeto seria tão interessante, afinal nenhum dos viajantes havia passado antes pelo tal Tafi del Vale, até então achávamos que seria mais uma cidadezinha interiorana sem muitas atrações.
Mas, o bom de viajar é isso, muitas vezes nos deparamos com coisas espetaculares....
Saímos em formação pelo já congestionado transito de San Miguel de Tucumán onde carros com mães apressadas levando seus filhos a escola e outros ao trabalho.
De vez em quando, éramos flagrados pela janela de um carro que ao se abrir, lá vinha um celular a mão registrando nossa passagem.
Pegamos a Ruta RN38 com destino a Monteros, e depois pegamos a RP308.
Acesso rápido e demos de cara com a primeira boa surpresa. Uma estrada lindíssima e uma paisagem de mata exuberante de tirar o folego.
Estradinha ótima, manhã de céu coberto porém temperatura super agradável e ideal para andar de moto.

Transito praticamente zero e fomos serpenteando a montanha tendo ao nosso lado esquerdo um rio muito bonito e de aguas limpas que descem das montanha.

RIO A ESQUERDA E A ESTRADA CONTINA LINDA
Estávamos passando pelo "Parque Nacional Campo de Los Elisios", mata fechada e sempre subindo.
Curvas muito fechadas, alguma delas com possibilidade de enxergar o companheiro que vinha logo atrás.

O cheiro do mato, o frescor da manha, tudo aquilo ali na nossa frente. Sentimentos que de carro nunca se pode sentir completamente.
No ultimo lance, isto já com quase 1.900 m de altitude, bem a nossa frente, abre um céu completamente azul anil, sem nenhuma nuvem, e o esplendor da montanha anunciando que o deserto se aproxima.
AO ALCANÇAR 1900 m DE ALTITUTE, UM LINDÍSSIMO CEU AZUL DESCORTINOU A NOSSA FRENTE
Da floresta ao deserto em menos de 45 minutos !!!!
Incrível.!!!!
La em cima, o Dique de Angustura com suas aguas azuis foram o cenário ideal para fotos e um excelente café onde a felicidade de todos se podia sentir.
DIQUE DE ANGUSTURA E SUAS AGUAS AZUIS
No inverno a região fica completamente coberta de neve, e o dono da cafeteria nos contou que ano passado chegou a ter 1 metro de altura.
A vila de Tafi del Valle fica a 2.014 metros de altitude e se parece muito com aquelas cidadezinhas na Suíça, casas espassadas, belos jardins e pouca gente na rua.
Aparentemente são casas de veraneio que ficam aguardando o inverno chegar para receber seus ocupantes.
Passando por Tafi Del Valle
Seguindo sempre pela RP308 passamos pelo ponto mais alto da Ruta, o "El Infernillo" isto a 3.042 metros, e a partir dali, uma descida íngreme até alcançar a lendária RN40, onde virando a direita, tomamos o rumo de Cafayate.
EL INFERNILLO - 3042 msnm 

A descida é rápida até atingimos 1.700 msnm, onde a RN308 cruza com a RN40, onde pegamos a direita, rumo Cafayate.
Deste ponto em diante, já podemos avistar nos dois lados da RN40 os primeiros vinhedos de altitude, características destas fincas, consideradas as mais altas do mundo e ponto inicial do nosso projeto.

LENDARIA RUTA 40 - RUMO CAFAYATE COM VINHEDOS A DIREITA
A chegada ao excepcional Patios de Cafayate Hotel Wine Resort selou a primeira etapa da viagem.
Agora seriam 3 dias para curtirmos muito o que a cidade e a região oferece a todos que aqui procuram, sejam viajantes a busca do melhor vinho branco do mundo, sejam viajantes que procuram a paz e a tranquilidade em caminhadas pelo deserto que cerca este verdadeiro oásis argentino.

Ate aqui a viagem superou as expectativas de todos.

S.Pires
Cafayate - Noroeste Argentino
Março 2017

Comentários