CORRIENTES A TUCUMAN DE MOTO

O GRANDE NORTE ARGENTINO

SAINDO DE CORRIENTES - CHUVA E DIA FECHADO
Andar de moto na Argentina não deixa de ser uma aula em vários sentidos. O país tem uma infra estrutura de estradas muito boa, bem conservadas e o mais importante, estradas que servem para não só escoar a grandiosa produção agrícola do pais, mas também serve de locomoção para maquinas e equipamentos que são utilizados nas colheitas, que nesta época do ano estão no seu ápice.
Nosso trecho hoje será de 800 km, saindo de Corrientes até San Miguel de Tucuman,  pelas Rutas 16 e 89. O dia amanheceu carrancudo, e pegamos uma chuva forte já na saída de Corrientes, porem, logo o tempo abriu a frente.
Até Saéns Penha não se vê muita coisa, já que a partir dali, em seguindo reto com destino a Salta se entra no Chaco Argentino, região muito seca e conhecido como "Pampas de Los Infiernos" devido ao intenso calor e praticamente nada de produtivo se observa.
Mas nosso trajeto a partir de Saéns Penha se dá pela esquerda pegando a Ruta 89, com destino direto a região de Santiago del Estero e logo após, Tucuman.
Esta região, ao contrário do Chaco, é uma região agrícola e muito produtiva e com imensas plantações que se pode apreciar ao longo das rodovias.
San Miguel de Tucuman é a capital da província de Tucumán e a maior cidade do Noroeste Argentino, sendo inclusive o quinto maior centro urbano do país, depois de Buenos Aires, Córdoba, Rosário e Mendoza. Além disso, é a cidade mais importante da Regiáo do Norte Grande Argentino.

A Argentina é o maior exportador de produtos alimentares da América Latina. O trigo é o principal cereal. São também produzidos em grande quantidades vinho, frutos, cana-de-açúcar, soja e vegetais diversos.
E as paisagens antes seca, vão dando espaço a lavouras de milho, soja, sorgo, algodão e tudo isto pudemos ver e sentir os cheiros a cada quilometro que percorríamos em direção ao nosso destino.
IMENSAS LAVOURAS AO LONGO DE TODA RUTA 89
 Este trecho vale muito a pena ser percorrido, principalmente quando em companhia de amigos que vão nos ensinando um pouco de cada cultura conforme elas vao surgindo na beira das Rutas.
Como estávamos em companhia de dois produtores do Mato Grosso do Sul, informação não nos faltaram e as conversas no rádio sobre esta ou aquela plantação serviam para que o tempo e os quilômetros passassem rapidamente, e quando menos esperávamos, já estávamos estacionando as motos no excelente e novo Sheraton Tucumán.
SHERATON TUCUMÁN - OTIMO HOTEL

Agora seria aguardar a chegada das esposas que vieram de avião para amanha, com o trem completo, iniciarmos o ultimo trecho até o destino inicial do projeto, que é a cidade de Cafayate.

Até aqui, longas retas, longos trechos em velocidade de cruzeiro e muita proza sobre agricultura. Porém, o que nos reservava o próximo trecho somente descobriríamos no dia seguinte.

A viagem esta cada vez melhor!!!

S.Pires
San Miguel de Tucumán
Março 2017

Comentários